Os 20 melhores discos de 2018

Hora da lista com os melhores discos resenhados pelo Escuta Essa Review 2018 foi um ano de grandes mudanças para o Escuta Essa Review. Logo no começo do ano, mudamos de domínio e de hospedagem, bem como de layout, porque desejávamos uma experiência de acesso um pouco mais organizada para vocês, leitores. Também tivemos algumas […]

Baco Exu do Blues restaura o significado do blues em novo disco

Baco Exu do Blues – Bluesman (2018) Por Gabriel Sacramento O que é ser bluesman para você? Muitos diriam que é ser um guitarrista sentado em um banquinho, tocando em um padrão harmônico e rítmico e cantando com voz rouca suas letras sobre acontecimentos tristes da vida em um tom melancólico. No entanto, para Baco, […]

“Oxnard” é Anderson .Paak ainda melhor no que faz

Anderson .Paak – Oxnard (2018) Por Gabriel Sacramento Em 2016, uma série de álbuns de R&B e hip-hop efervescentes movimentaram a cena da música e foram destacados em diversas listas de melhores, inclusive a do Escuta Essa Review. Uma das unanimidades foi Malibu, segundo trabalho do americano Anderson .Paak, e seu primeiro grande disco como […]

O soul comovente de Charles Bradley em “Black Velvet”

Charles Bradley – Black Velvet (2018) Por Gabriel Sacramento Dono de uma voz inconfundível, um estilo de cantar diferenciado, uma história inspiradora e discos brilhantes. Charles Bradley foi um dos melhores fenômenos da nossa música nessa década, e isso fica plenamente evidente quando consideramos todos os seus discos lançados como um todo. Um revivalista do […]

“For Ever” é o Jungle mais maduro e ainda mais autoral

Jungle – For Ever (2018) Por Gabriel Sacramento O Jungle evoluiu de um duo para uma banda de sete membros do auto-intitulado disco de estreia até esse novo, For Ever. Na época, já impressionaram por uma visão do R&B/soul moderna e alternativa com um frescor tipicamente europeu. Capitaneados por Tom McFarland e Josh Lloyd-Watson, o […]

Joe Bonamassa mantém o alto nível em “Redemption”

Joe Bonamassa – Redemption (2018) Por Gabriel Sacramento Esse ano, quando resenhei o Please Don’t Be Dead do Fantastic Negrito, falei da revolução do blues que o artista propõe, impondo uma mudança nas estruturas e na lógica do gênero, que é tão comum e familiar para os ouvintes. Outro que faz isso muito bem é […]

Tori Kelly acerta com o gospel de “Hiding Place”

Tori Kelly – Hiding Place (2018) Por Gabriel Sacramento A trajetória musical de Tori Kelly me lembra a da cantora Loreen: começo com pop de programas de calouros — ambas chegaram a participar — e uma mudança brusca do primeiro para o segundo registro. A diferença é que a sueca ganhou um grande festival e […]

Chic volta pop e modernão em “It’s About Time”

Chic – It´s About Time (2018) Por Gabriel Sacramento Enquanto ouço It’s About Time, só consigo lembrar da apresentação do Chic no Rock in Rio 2017, com toda aquela vibe de festança contagiante até mesmo para quem estava longe da cidade do rock e aquelas pessoas no palco dançando e curtindo o momento no final. […]

Ed Motta cada vez mais Ed Motta em “Criterion of The Senses”

Ed Motta – Criterion of the Senses (2018) Por Gabriel Sacramento O grande acerto da carreira de Ed Motta foi a sua guinada para uma veia mais experimental e tresloucada em 2002. Na época, quando lançou Dwitza, o cara decidiu abrir mão do pop que vinha marcando seus lançamentos e da busca por hits para […]

Os erros e acertos de Lenny Kravitz em “Raise Vibration”

Lenny Kravitz – Raise Vibration (2018) Por Gabriel Sacramento A discografia do Lenny Kravitz tem uma grande virtude, que em muitos momentos pode se tornar também um grande pecado: as misturas de gêneros que ele faz. Para Kravitz, estilos musicais devem trabalhar juntos para o bem do conceito do artista, ou seja, eles devem ser […]