“Runaway” do Passenger é cheio de energia e poeira de estrada

Passenger – Runaway (2018) Por Gabriel Sacramento Runaway já começa com a voz esquisita do Mike Rosenberg sozinha, sem tensão e polimento, iniciando “Hell or High Water”.  A mesma voz que conquistou o mundo em 2012 com “Let Her Go” e chamou a atenção de todos para o seu trabalho. A discografia tem chegado a […]

Paul McCartney mistura o moderno e o essencial em “Egypt Station”

Paul McCartney – Egypt Station (2018) Por Gabriel Sacramento Paul McCartney, 76 anos, com o fôlego de um músico jovem, desbravando caminhos e buscando novas possibilidades de expressão. Depois dos Beatles, das diversas bandas que vieram depois e dos inúmeros experimentos malucos na carreira solo, o britânico chega a esse ponto da carreira com muita […]

“Kamikaze” é o Eminem cada vez mais comum e menos surpreendente

Eminem – Kamikaze (2018) Por Gabriel Sacramento Tenho uma teoria sobre o Eminem: ele se encontra cada vez mais preso em uma “bolha de lugar comum”, que o impede de fazer vôos altos e sufoca sua musicalidade. Isso porque, ao contrário de tantos outros rappers e artistas no geral, o americano não está sabendo lidar […]

“Vicious” do Halestorm é viciante, sim, mas no mau sentido

Halestorm – Vicious (2018) Por Gabriel Sacramento Já são quatro álbuns, e toda vez que eu ouço Halestorm, eu só consigo pensar em uma coisa: Lzzy Hale é uma excelente cantora e carrega a banda nos ombros com suas performances magnéticas. Ela segue muito bem como líder da banda, sendo uma das vozes femininas mais […]

“Negro Swan” do Blood Orange é terrivelmente sensacional

Blood Orange – Negro Swan (2018) Por Gabriel Sacramento Sempre digo que todo músico, ou pessoa que quer entender música profundamente, precisa estudar quem que já faz isso há anos e é referência. Ou seja, você precisa de um mentor, estando ele próximo de você ou não. E, assim como professores e diretores de cinema […]

No “Em Trânsito”, Lenine mistura o novo, o velho e a elegância de sempre

Lenine – Em Trânsito [Deluxe] (2018) Por Gabriel Sacramento Lenine embarcou em uma proposta ambiciosa: montar primeiro um show e, então, gravar e lançar como um CD. Ou seja, das composições direto para o palco, sem ir para o estúdio, como o convencional. O cantor disse que estava cansado da mesmice do processo de concepção […]

Em “Marauder”, o Interpol apaga as luzes de novo e investe menos em melodias

Interpol – Marauder (2018) Por Gabriel Sacramento O Interpol é aquele tipo de banda que faz um disco absurdo de bom, arrasa-quarteirão com vários hits e tudo mais, e depois não consegue igualar o feito por mais que tente. Turn On The Bright Lights (2002) é igual aquela pessoa carismática que quando chega na roda […]

Alice In Chains mantém a boa forma com “mais do mesmo” pujante

Alice In Chains – Rainier Fog (2018) Por Gabriel Sacramento Quando vi que o Alice In Chains lançaria algo novo esse ano, logo pensei que a volta seria tão estilosa quanto a do Stone Temple Pilots no começo do ano. Mas, apesar das semelhanças, as bandas são bem diferentes e estão em momentos diferentes de […]

Gustavo Bertoni explora diversas linguagens sonoras em novo disco solo

Gustavo Bertoni – Where Light Pours In (2018) Por Gabriel Sacramento Prosseguindo na sua saga solo, Gustavo Bertoni finalmente liberou o sucessor de The Pilgrim, de 2015. Sua carreira solo segue o modelo clássico: em que o artista explora linguagens diferentes que geralmente não cabem no universo da sua banda original e experimenta livremente sem […]

“Know” é Jason Mraz investindo ainda mais no bom-mocismo batido

Jason Mraz – Know (2018) Por Gabriel Sacramento Jason Mraz surgiu no começo dos anos 2000 na concorrência de artistas como John Mayer. Concorrência que também pode ser entendida como colaboração, é claro. Inclusive, seu disco de estreia, o chatíssimo Waiting For My Rocket To Come (2001), foi produzido por John Alagía — o cara […]