“Simulation Theory” é o Oasis do Muse

Muse – Simulation Theory (2018) Por Gabriel Sacramento O Muse é um dos grupos mais autorais e interessantes dos nossos tempos. Investindo uma linguagem desafiadora que mistura o moderno e o clássico, teorias da conspiração e temas distópicos, lendo a realidade, ao mesmo tempo em que a desconstrói, eles seguem mantendo um nível impactante a […]

Em “Honey”, Robyn surpreende ao surpreender

Robyn – Honey (2018) Por Gabriel Sacramento Quando a gente pensa que a Robyn não vai mais surpreender, ela supera expectativas. Depois de ter anunciado uma mudança na musicalidade, daquele estilo orientado a uma forma de R&B bem datada para um pop fortemente eletrônico e contemporâneo, a cantora sueca impressionou meio mundo com um super […]

O Greta Van Fleet finalmente soa mais maduro e convincente

Greta Van Fleet – Anthem of The Peaceful Army (2018) Por Gabriel Sacramento Se antes o Greta Van Fleet atraía muitos ouvintes e admiradores encucados somente com o fato de que eles parecem muito o Led Zeppelin, Anthem of the Peaceful Army, primeiro disco completo deles, anuncia um novo momento. De fato, eles continuam parecidos […]

Kurt Vile, “Bottle It In” e o poder dos dedilhados

Kurt Vile – Bottle It In (2018) Por Gabriel Sacramento Dedilhar um instrumento é a arte de executar notas de um acorde na sequência hierárquica deste. Com dedilhados, artistas facilmente podem confundir o ouvinte com relação às dimensões harmônicas e melódicas de um arranjo, afinal, as notas ganham um destaque especial, como se fossem uma […]

“The Atlas Underground” é Tom Morello como nunca ouvimos

Tom Morello – The Atlas Underground Por Gabriel Sacramento The Atlas Underground é mais um projeto ambicioso de um cara que parece não descansar. Depois do Rage Against The Machine e Audioslave, Morello surgiu com alguns ideias para um projeto solo como o Nightwatchman, que tinha uma veia de folk político, e tocou na banda […]

“Trench” do Twenty One Pilots tem uma boa narrativa e musicalidade lânguida

Twenty One Pilots – Trench (2018) Por Gabriel Sacramento Acho que o Twenty One Pilots é o reflexo de uma modernização do consumo de música. Por isso, não vejo eles simplesmente como uma banda, mas como uma boa representação desse fenômeno. Hoje em dia, ouvimos música por plataformas digitais, compramos indiretamente e não nos restringimos […]

“For Ever” é o Jungle mais maduro e ainda mais autoral

Jungle – For Ever (2018) Por Gabriel Sacramento O Jungle evoluiu de um duo para uma banda de sete membros do auto-intitulado disco de estreia até esse novo, For Ever. Na época, já impressionaram por uma visão do R&B/soul moderna e alternativa com um frescor tipicamente europeu. Capitaneados por Tom McFarland e Josh Lloyd-Watson, o […]

Joe Bonamassa mantém o alto nível em “Redemption”

Joe Bonamassa – Redemption (2018) Por Gabriel Sacramento Esse ano, quando resenhei o Please Don’t Be Dead do Fantastic Negrito, falei da revolução do blues que o artista propõe, impondo uma mudança nas estruturas e na lógica do gênero, que é tão comum e familiar para os ouvintes. Outro que faz isso muito bem é […]

Tori Kelly acerta com o gospel de “Hiding Place”

Tori Kelly – Hiding Place (2018) Por Gabriel Sacramento A trajetória musical de Tori Kelly me lembra a da cantora Loreen: começo com pop de programas de calouros — ambas chegaram a participar — e uma mudança brusca do primeiro para o segundo registro. A diferença é que a sueca ganhou um grande festival e […]

Chic volta pop e modernão em “It’s About Time”

Chic – It´s About Time (2018) Por Gabriel Sacramento Enquanto ouço It’s About Time, só consigo lembrar da apresentação do Chic no Rock in Rio 2017, com toda aquela vibe de festança contagiante até mesmo para quem estava longe da cidade do rock e aquelas pessoas no palco dançando e curtindo o momento no final. […]