Jack White: O Último Guitar Hero? – Escuta Essa 72

O retrofuturismo de Jack White instiga alguns e desaponta outros

Com o lançamento de seu 3º disco solo, Boarding House Reach, Jack White dá um passo um tanto estranho na carreira. Se afasta do mainstream, muda a forma de compor, gravar e editar sua música e continua sendo, ainda assim, um ícone do rock e da guitarra, mesmo que o novo álbum tenha toneladas de sintetizador, muitas levadas funkeadas e batidas de hip hop. Um trabalho que divide opiniões.

Neste podcast, Lucas Scaliza e Gabriel Sacramento e o convidado Francisco Falcão (@CramerFrancisco) tentam entender o que Jack White propõe, o que de fato ele consegue e o quanto Boarding House Reach é uma experiência bizarra e válida (ou não). Discutem ainda como o dono da Third Man Records é um caso muito interessante de guitar hero.

Coloque seus fones, sinta o groove, e divirta-se!

BAIXAR EPISÓDIO!

Assine: iTunes | Android | RSS


Site: www.escutaessareview.com.br
Facebook: facebook.com/EscutaEssaReview
Instagram: instagram.com/escutaessareview
Contato: escutaessareview@gmail.com

Lucas Scaliza Autor

Jornalista e ariano, joga truco e tarô. Nunca teve amnésia alcoólica. Tem vários discos mas não tem vitrola. É host do Escuta Essa Podcast e ouve tanta música tão alto que é capaz de ficar surdo um dia.

Comentários

    Kaique

    (29 de março de 2018 - 11:12)

    Sinceramente não entendi o convidado falando que não era o momento certo dele ter lançado esse disco como se fosse um risco pra carreira dele
    Jack White não é um iniciante no meio da música, que um disco venha a flopar carreira dele. O cara já tá mais que estabelecido no meio, tem credibilidade pra caralho com quase todos os artistas de grande nome, críticos e público dele (mesmo que não seja grande, mas são fiéis)
    Sem falar que ele não faz disco pensando em vender, ou você acha mesmo que ele precisa de dinheiro ?
    Pra encerrar; ele é um dos poucos artistas do meio do rock atuais que conseguiu chegar em um patamar que ele pode lançar o que bem entender, sem temer público, crítica, pressão da gravadora, resumindo ele só grava o que realmente acha que vai soar bom para o álbum.

    Kaique

    (29 de março de 2018 - 11:23)

    Eu vou parar de comentar enquanto escuto e deixar tudo pro final. Pq a cada minuto que passa ele tá falando várias coisas sem sentido
    Não é artista pra headline do Lollapalooza ?
    O cara acabou de ser confirmado como headline no Lolla Chicago
    Fora vários outros festivais mundo a fora
    (Sendo que no Brasil em 2015, ele foi o headline)
    Esse cara vive em um mundo adolescente Indie que não tem noção realmente do mundo da música só pode

    Kaique

    (29 de março de 2018 - 12:32)

    *Fama de White Stripes e Strokes se comparam, mesmo o primeirao dos Strokes sendo um álbum que influenciou ms gente
    *The White Stripes ganhou vários Grammys e era headline em todos os festivais que tocava dps do Elephant, fama mundial é o que não faltou para a banda
    *Comparação com o Pearl Jam não vejo um sentido logico nisso
    * Qual artista grande anuncia tour na América latina na semana de lançamento do álbum ? Todos deixam pro final da tour
    * Sobre ser o último Guitar Hero, acredito que ele seja realmente “o último” não consigo lembrar de imediato nenhum outro nome que tenha se destacado tanto quanto ele nos últimos anos, e a colocação do Gabriel “anti herói” foi espetacular.
    * Sobre Seven nation army, acho que ele só precisa dela realmente quando toca em festivais para um público que não é todo dele, tanto que dps do lançamento do álbum novo ele só tocou ela em uma ocasião até agora
    * “You Are The Sunshine of My Life” é um cover do Stevie Wonder
    Acabei de conhecer o podcast, excelente programa, ganharam mais um ouvinte.

      Francisco Falcão

      (4 de abril de 2018 - 17:22)

      Olá, Kaique
      *A fama do White Stripes (infelizmente) não foi maior do que a do Strokes, a fama que eu estava tentando “explicar” era a “pós-fama”, o sucesso de hoje, obviamente o Strokes acabou depois, expliquei mal, erro meu
      *Com fama mundial, utilizei uma expressão equivocada, mas era algo como o “World Tier”, como bandas como Nirvana, Beatles e etc, eu estava citando bandas que tiverem um alcance global, White Stripes não teve um alcance geral (infelizmente), foi extremamente conhecida mas não teve uma fama astronômica como outras bandas, a intenção do argumento era explicitar isso.
      *Como dito no Podcast, é uma banda que lota estádios, falei o Pearl Jam mas podia ser qualquer outra
      * Sobre a Tour, Lucas me explicou que é questão de logística, outro equívoco meu. Sobre outras bandas anunciarem shows na américa latina no início de turnês, existem sim exemplos de bandas que o fazem. No momento eu achava que a “World Tour” seria apenas com aqueles shows anunciados.
      *Quanto a “You Are The Sunshine of My Life”, eu realmente não sabia que era um cover, mas apenas mencionei o estilo de musica tocado.
      *Já respondendo o outro comentário sobre ele ser headline do Lollapalooza Chicago, eu disse Lollapalooza, fui corrigido pelo Gabriel mas (salve engano) expliquei que seria num Lollapalooza no Brasil, HOJE – até mesmo pela deterioração dos festivais no Brasil – eu não o vejo, posso estar errado e ele ser confirmado para o próximo (espero com todas as forças que esteja)
      *Queria dar as minhas mais sinceras desculpas, de verdade, se minha presença no podcast como um adolescente “indie que não tem noção do mundo da música “ te incomodou, era a minha primeira presença num podcast e eu estava EXTREMAMENTE nervoso, o que atrapalha a minha argumentação até certo ponto, jamais teria intenção de estragar ou piorar sua experiência com esse podcast incrível, desculpa.

    rodrigo

    (31 de março de 2018 - 15:38)

    o tema foi até interessante, mas poderia ter sido um pouco menos cansativo de ouvir, e vocês deviam trabalhar nisso. as piadas de um convidado não podem ser a melhor parte de um podcast de mais de uma hora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *