Pinegrove – Cardinal (2016)

pinegrove cardinal.jpg

Oito músicas, trinta minutos, coesão, afasia, Wilco e Stereophonics

por brunochair

Tá a fim de ouvir um álbum curtinho, mas bastante interessante? Então você está no álbum certo, e na resenha certa (já que ela não será longa, também). Oito músicas e meia hora de disco já te colocam a par do que o Pinegrove pode trazer de contribuição para a música alternativa, indie rock e outras denominações para o que a banda produz.

Pinegrove é da cidade de Montclair, New Jersey (EUA). A banda existe desde 2010, e ano passado lançou o álbum Everything So Faruma compilação de todo o material que a banda criou desde então. O álbum possui 21 músicas, e realmente apresenta uma sonoridade bastante variada e ampla dentro do cenário da música alternativa americana.

Digamos que Cardinal é o primeiro álbum (LP) da banda, como algo concreto, acabado. E surpreende, da mesma forma que surpreenderam com o excelente material de compilação lançado anteriormente. Cardinal apresenta uma estética sonora bastante coesa, que apresenta similaridades com o que o grupo já havia trazido em suas composições anteriores, mas vai além: reelabora influências como Wilco e Stereophonics com um lirismo bastante particular.

pinegrove cardinal2.jpg

Para quem gosta de um Stereophonics mais antigo (Word Gets Around e Performance & Cocktails) o Pinegrove vai agradar bastante. Tanto a primeira música do disco, “Old Friends”, quanto a terceira, “Then Again”, nos fazem lembrar do vocal rouco e rasgado de Kelly Jones, dos arranjos simples e da guitarra clean.

Além destas duas músicas já citadas, temos “Aphasia”, que é considerada (por este resenhista que vos digita) como a melhor faixa do álbum. A letra descreve a dificuldade, num desentendimento, de conseguir expressar em palavras aquilo que sente, aflige. Creio que você, caro leitor, já tenha participado de uma discussão, e sabe que é comum perder a linha, a razão e a expressão nestes momentos. Sim, a música abarca essa situação.

Portanto, é isso. Oito faixas, trinta minutos de duração, banda devidamente apresentada. Vamos ouvir?

Bandcamp

brunochair Autor

Funcionário público, ex-jogador de ping pong amador, curte literatura, música, fotografia, esportes, cervejas artesanais e bons filmes. Meio brasileiro e meio uruguaio, acha que a cidade perfeita é uma mistura de São Paulo, Rio de Janeiro e Montevidéu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *